A Ignorancia

12/03/2013 12:27

 

 

A Ignorância

 

Nossa religião, ultimamente, vem tendo uma expansão forte e coesa, mas ainda temos muitos problemas a serem resolvidos. Nos cursos que ministro de nossa religião, fico muitas vezes triste, mas ao mesmo tempo feliz,  de responder algumas perguntas que as pessoas costumam fazer em relação a nossa religião. Fico triste em perceber que um médium que tem décadas de trabalhos realizados com seus guias, a serviço da humanidade através da caridade, procede de uma forma “mecânica”, sem o conhecimento devido dos fundamentos do que ela pratica, mas ao mesmo tempo fico feliz em poder esclarecer às duvidas e “dar sentido” aquele ato. Mas se esse fosse o único problema, seria fácil de resolver, afinal de contas DEUS nos preparou pra isso.

 

Temos que nos preparar para lidar com pessoas, para cuidar de pessoas. O Maior problema dentro de nossa religião ainda é o egocentrismo, o egoísmo, a falta total de caridade e de amor ao próximo. Muitos médiuns utilizam de nossa religião para beneficio próprio e acreditam piamente que estão agindo de forma correta. Acreditam que a espiritualidade está a seu serviço, que tudo o que for feito para o próximo, mesmo que este próximo seja muito próximo, teria que ocorrer primeiro pra ele, porque ele é o centro das atenções, pelo menos ele pensa assim. Fico abismado com tanta ignorância.

 

Tenho alguns adjetivos para pessoas que pensam desta forma: egoísta; hipócrita; Infiel; aproveitador; ignorante;

 

Estes adjetivos são o mínimo que eu lembro agora. Quando será que as pessoas vão acordar e entender as maiores leis de nossa religião?  A Partilha; o dar sem esperar receber; a caridade pura; a fé; a razão; o amor;

 

Como uma pessoa que se diz Umbandista, que acredita nos sagrados Orixás, que são a maior benção que OLORUM nos deu, pensa apenas no próprio umbigo?  Você está na religião errada. Somos uma religião que partilha, que espalha, que planta nesta terra para colher no futuro, na própria terra ou, o que eu espero conseguir e é meu objetivo final, na espiritualidade.

 

Como diria o proverbio chinês: O Plantio é opcional, mas a colheita é obrigatória. O que você está plantando irmão(ã) ?

 

Irmãos e Irmãs na fé de Oxalá, precisamos nos educar espiritualmente. Precisamos lembrar que todos somos filhos de um mesmo PAI, independente de qual religião professemos.

 

Talvez este texto seja Utópico, pois estamos falando de seres humanos em constante evolução, mas talvez também, sirva a algum irmão ou irmã nosso que está passando por um problema de individualismo extremo, que entende-se com sendo “ a ultima bolachinha do pacote” e não esteja enxergando o real motivo de ele ter sido encaminhado a uma religião NATURALISTA, PLURALISTA e CARITATIVA, que é a doação.

 

 

Muitas vezes, e as pessoas que me acompanham no terreiro sabem, eu deixei minha família de lado, meus afazeres, minha vida profissional para ajudar irmãos e irmãs que estavam necessitados, sem nunca negar-me a nada. NÃO ME ARREPENDO DISSO, pois hoje vejo estas mesmas pessoas acendendo na vida espiritual e material. Esta mudança na vida das pessoas aconteceu porque elas mudaram internamente, passaram a doar, sem esperar nada em troca. Melhoraram sua vida espiritual e, por conseguinte, melhoraram sua vida pessoal, seu trabalho, suas amizades. Aprenderam a identificar os amigos, os irmãos desvirtuados, os irmãos necessitados e aprenderam também que o mundo não gira em torno delas e sim, em um compasso próprio, determinado pelo nosso criador, e se nós não nos adaptarmos ao compasso DELE, ficaremos para trás, porque a vida não para, o tempo não para, não perdoa.

 

Algumas pessoas, mesmo com conhecimento adquirido a duras penas, deixando suas famílias nos finais de semana para aprender um pouco sobre o espiritual, fazendo parte de um grupo espiritual, em certos momentos, esquecem-se de que somos parte de um todo, somos irmãos perante DEUS, e que se ajudarmos o próximo estaremos ajudando a nós mesmos, pois fazemos todos parte de UM ÚNICO SER: DEUS.

 

Quando ajudamos aos nossos irmãos, sem esperar nada em troca, sem fazer aquilo para aparecer ou para tentarmos ser melhores que os outros, desinteressadamente, DEUS nos beneficia com suas bênçãos, nos protegendo e nos iluminando em nossas decisões e em nossos caminhos.

 

Somos servos de DEUS e, como servos, estaremos sempre prontos a servi-LO, servindo aos nossos semelhantes e ELE nos dará força para continuarmos sempre sendo bons servos, servos à altura dos guias espirituais que atuam através de nós.

 

Amigos e Amigas, Irmãos e Irmãs, vamos repensar nossas atitudes dentro e fora dos templos, terreiros e roças. Vamos procurar entender que nunca devemos negar uma mão estendida, pois aquele que a está estendendo, a está,  a serviço de DEUS.

 

Não somos melhores nem piores que ninguém, portanto, não merecemos destaques nem tampouco primazia em nada, somos humanos aprendizes e servos de DEUS.

 

Tenham todos uma excelente semana e que PAI OLORUM abençoe a vida de todos vocês.