Conselho de Um Preto Velho

30/06/2014 21:36

Conselho de Um Preto Velho

 

E dos céus enviastes anjos, para que os filhos em terra sentissem a proteção do Pai.

Bem aventurado todo aquele que vê em seu irmão a semelhança de Deus no olhar.

Todos os dias se erra, todos os dias se acerta e principalmente todos os dias se aprende.

Bem aventurado é todo aquele que confia no seu irmão. Reza, chora e ora junto com ele. A semeadura é difícil, mas a colheita é Obrigatoria. É dificil porque em uns dias chovem demais, em outros dias a terra esta seca, porém todo dia o bom lavrador sai, e mesmo com os ombros cansados, ele continua a plantar na esperança que de sua terra brotem lindas flores.

Meus irmãos amados,  nem todos os dias serão só flores pois,  os espinhos que terão que percorrer, para chegar ao brilho das rosas,  valera cada segundo, cada lagrima derramada pela dor causada.

E dos céus enviaste anjos, para que todo aquele que acredita e tem Fé, na proteção do Pai, ganha força e retorna a luta.

Bem aventurado todo filho de bom coração, como toda e qualquer criança tu não se quebrou. Um dia ira quebrar algum vidro e com isso sabes que terás que se desculpar perante a seu Pai ou sua Mae, seja porque errou ou calculou errado, seja porque achou que isso nunca iria acontecer.

Meu irmão e minha irmã perante o amado Criador,  todos os dias iremos aprender, a dias que a terra ficara tão arenosa,  pois só haverá lágrimas, por outro lado, haverá dias que valera todo sacrifício, valera cada insônia e,  são esses dias,  que fará de você um soldado lá em Aruanda.

Espero um dia poder abraçar a cada um e dizer o quanto são especiais por existirem, por batalharem,  por acreditar que todos os dias vocês podem e devem dar o seu melhor. 

Melhor do que um grande dia de erro é saber que terá a mão amiga do seu Pai, da sua Mãe perante o criador, que o segurará bem forte e num abraço, relembrar o quanto és especial.

Vai ouvir grandes travessuras que Seu Pai, sua Mae, ou seus Pais carnais já fizeram em terra. Nessas horas, as lagrimas de dor, virarão gotas de Fé. Saberás que estará sempre a aprender, saberás que lá na frente anjos, vocês poderão contar aos seus que ali chegarem.

Poderá contar aos seus novos irmãos que ali entrarem, e verás que aquela menina(o) levada(o) que levou palmada na mão, agora estende a mesma mão, já calejada, apoiando aos novos para um grande abraço à recomeçar.

Essa é mais uma linda historia de tantas casas cheias de Amor e Fé, aos filhos de Olorum, com as bênçãos do Pai Oxalá, e a todos os amados Orixás.

Todos nós filhos de Deus, já erramos em terra, e com a bondade recomeçamos.

Eu vos peço que no próximo encontro de vocês, se percam num abraço, a grande manifestação de mais um trabalho seja com o branco no corpo e na alma, o sorriso estampado, porque estar de volta à casa do Pai, e, o Pai em terra, mesmo esbravejando, sempre desejará o melhor para vocês.

Lembrará que há ainda a presença dos nossos amados Guardiões, Guardiãs e Guardiões Mirins. Não errem, pois estaremos sempre de olho. E Novamente, a proteção estará presente.

Tu és filho do Grande Pai Olorum, onde os ensinamentos são diários, nessa amada e Grandiosa evolução,  abençoado seja,  todo aquele que errou, reconhece em si, reconhece perante seu Pai, peça lhe sua benção e recomeça.

E dos céus enviaste anjos e todo aquele que acredita nunca esta só, na alegria ele esta do lado, na dor te carrega, e dos céus os anjos se revezam para que nunca estejas só.

E que as bênçãos se reflitam a cada um de vocês com todas as bem aventuranças que só um Pai pode desejar a teus filhos.

Pai Jose, seu Criado em Aruanda, seu Irmão perante Olorum.

Meu filho amado,  tu sabes o que fazer,  e o céu estará em festa.

 

Recebido psicograficamente por uma irmã,  que prefere se manter anônima, e enviado à mim para publicar em 01/04/2014.