DESABAFO 3 - A brincadeira de Ser Umbandista

24/04/2014 22:49
A brincadeira de ser Umbandista... (DESABAFO 3)
 
DESCULPEM O TAMANHO DO TEXTO, MAS ISSO NÃO REPRESENTA NEM 10% DA MINHA INDIGNAÇÃO COM ALGUMAS PESSOAS DE NOSSA AMADA E QUERIDA UMBANDA, QUE SE DIZEM UMBANDISTAS.
 
Boa noite à todos. Gostaria em primeiro lugar dizer de antemão que este meu comentário é uma opinião minha e  é também um desabafo por algumas coisas que venho vendo, percebendo e assistindo e não posso mais me calar, pois esta me tirando o sono, e vai acabar me deixando doente.
Eu gostaria muito, do fundo de meu ser imortal, que as pessoas entendessem, definitivamente, que ser Umbandista não é ser, melhor que ninguém, que é não ser fanfarrão, Brincalhão, Ator, "Viver em um mundo de faz de conta que", pois eu vejo algumas coisas pelas minhas andanças que me chocam e assustam ao mesmo tempo. Médiuns, que se dizem médiuns, em uma gira onde se canta para o nosso amado Pai Ogum, "incorporam algumas coisas lá" que dizem que é Ogum, mas é "qualquer coisa", menos Ogum, pois Ogum é um Orixá MARCIAL e não soldadinho de chumbo, que fica por ai fazendo coisas que qualquer soldadinho faria. Ogum é GENERAL e não soldadinho que "marcha" pelo chão do terreiro carregando Estandarte. Ressalto que digo isso pelo que vejo, na concepção espiritual da palavra, ou seja, ali eu não vejo que  há um OGUM e sim um Grande Ego e uma Vaidade Gigantesca, de quem quer ser mais que o próprio ORIXÁ; pelo que  ouço, porque os Senhores Oguns que estão próximos à mim, conversam comigo através do meu mental e me relatam que ali não há um OGUM e sim um Grande Ego e uma Vaidade Gigantesca, de quem quer ser mais que o próprio ORIXÁ; e,  percebo porque a minha sensibilidade de Umbandista com mais de 26 anos de religião, mais de 22 anos de Coroado e com mais de 10 anos de sacerdote com terreiro aberto, me faz entender e conhecer um pouquinho e ter a certeza de que fica apenas o pensamento de que ali não há um OGUM e sim um Grande Ego e uma Vaidade Gigantesca, de quem quer ser mais que o próprio ORIXÁ. Em uma gira de XANGÕ, após todos terem recebido o Axé do nosso amado PAI XANGÔ, depois das pessoas terem recebido o AMACI do PAI XANGÔ, serem consagrados a este Orixá maravilhoso, regente da Justiça Divina, eles deveriam ter internalizado a RAZÃO e o RACIOCÍNIO, ainda assim aconteceu que  ali não há um XANGÔ e sim um Grande Ego e uma Vaidade Gigantesca, de quem quer ser mais que o próprio ORIXÁ. Bom se isso tudo ainda não bastasse, na hora que os ogãs estão tocando pros caboclos de Xangô, tem ainda uns médiuns que resolvem, por sua conta e risco(afinal de contas esse fulano ai é, apesar de ainda não ser, e plagiando o capitão nascimento: "nunca será, jamais será" Pai de Santo), incorporar um "ere"(aliás, me perdoem os ERES, pois "aquilo" não podia ser um Ere, porque além de tudo ainda faltou ao respeito com um Caboclo de Xangô), novamente na minha opinião, é uma baita falta de respeito E EU FICO IMAGINANDO  como será a gira de um terreiro comandado por um médium desse e, já fico com dó da assistência deste terreiro. Vou parar por aqui, porque se eu for relatar tudo o que Vi, Ouvi e Senti, daria um livro. Só gostaria de fazer um pedido aos Umbandistas Novos, principalmente aos que pretendem graduar-se como Sacerdotes ou Sacerdotisas. Por favor não coloquem apenas o Branco, Vistam o Branco na concepção total da palavra: Vistam a Humildade que o Branco Representa; Vistam a simplicidade que o Branco Representa; Vistam a entrega e a dedicação que o Branco Representa, afinal de contas e o principal de tudo, o Branco representa a PAZ de Oxalá. Para que no futuro vocês possam ser exemplo de uma religião que não se perdeu na Vaidade e no Ego e que nós, Umbandistas mais velhos que vocês e mais novos que os nossos mais velhos, não nos envergonhemos de termos sidos sucedidos por vocês, como tenho a certeza que os nossos mais velhos, não se envergonham de nós.
 
Que me perdoem os que fizeram certo, mas muitos ali estão errando por vaidade e por ego. a maioria me desculpe, mas algumas pessoas precisam perceber que estão fazendo errado
 
SACERDOTE = SERVIR à DEUS, ÀS SUAS DIVINDADES e aos nossos semelhantes, tendo muitas vezes, que abrir mão da prorpia vida e saude em prol do seu semelhante. QUalquer coisa diferente disso é Ilusão. Pensem nisso, ou como preferirem os facebookianos, fica a dica...